Série Maníacos

O viciante mundo da TV

American Idol – 7×02: Texas

Posted by Anderson Vidoni em janeiro 18, 2008

texas.jpg

Por Lucas Carvalho

Antes tarde do que nunca! Após conseguir finalmente ver o episódio, vamos aos comentários sobre o segundo capítulo dessa jornada que a gente chama de American Idol (Chega a ser literário, não?).

Em primeiro lugar, quero dizer que me senti decepcionado com o pessoal de Dallas. Achava que iriam ser muito melhores. Com exceção de alguns momentos engraçados, de um candidato para a Casa Branca e de uma adoração impressionante pelo Simon (A quem estou querendo enganar? Eu também sou um ultra-fã do cara), sobraram uns gatos pingados que cantam alguma coisa. Mas tem gente boa nesse meio. Vamos aos mais memoráveis de hoje:


Jessica Brown: Pois é, a Jessica cantou uma das minhas músicas prediletas, “I’ll Stand By You”. Cantou com segurança, num tom menor que o da Gina e o da Carrie – mas se não me engano, no mesmo tom da Chrissie Hynde (Que é a minha intérprete favorita da música, diga-se de passagem. The Pretenders é etéreo). Gostei dela pela história e pelo fato de não querer exibir um super-vozeirão. Só foi meio lenta demais – e eu não tenho certeza do futuro dela em Hollywood.

Alaina Whitaker: A Alaina é pra mim um mistério. Ela é obviamente bonita, parece muito com a Carrie – deu pra perceber inclusive uma semelhança pequena no tom da voz. E ela tem 16 anos! Além disso tudo, ela sabe o que faz (Sacaram a dela quando o Simon disse que ela não era tão boa quanto ela pensava que fosse?). Eu digo que o “Shoot” dela durante a primeira fase é quase garantia de Top 24. Mas eu realmente não sei o que vai ser dela. Será que o público americano vai tratá-la como se fosse uma segunda Carrie Underwood? Ou será que vão perceber a diferença nas mínimas coisas que ela fizer e vão mandar ela pra casa? Entre as duas, eu ficaria com a segunda opção (Pessimismo é um dos meus nomes do meio, sabe como é).

Bruce Dickson: O Bruce merece um tópico só dele simplesmente pela coragem do cara. Fala sério, mesmo que vocês não compartilhem da idéia dele de se permanecer puro até o casamento ao ponto de não beijar ninguém… Ele merece algum crédito só por se manter firme nessa idéia. Sobre a audition dele em particular, o que eu tenho a dizer é que ele escolheu muito mal a música. Mas muito mal mesmo, porque a voz dele de R&B não tem nada. Se ele tivesse escolhido a música certa, teria passado. E eu tenho a impressão de que o público teria gostado dele.

Pia “Zpia” Easley: Gostei um bocado da Pia. Canta bem, faz umas nuances legais no que canta, tem presença de palco e pode ser um dos grandes destaques dessa temporada. Além disso, o nome dela inspira estrelato – é das que vão ser consideradas early favorite por um montão de gente (E a cabeça dela parece uma chama de fogo, não? Achei fantástico).

Brandon Green: O Brandon, na minha modesta opinião, não foi tão bem quanto poderia. Especialmente por ter escolhido a música errada. Não mostrou tudo o que ele pode fazer com a voz e, com relação ao Brandon em particular, eu já visitei o MySpace dele. O cara se garante em algumas áreas – mas nem tanto em outras. O importante é que ele não me parece muito inovador em nada. E aquela coisa das unhas vai pegar ele no futuro, se ele permanecer por muito tempo no programa. Não é uma boa lembrança, e as pessoas tendem a não se esquecer das coisas asquerosas sobre os competidores.

Kayla Hatfield: Você não achava que o Bruce merecia um tópico? E a Kayla? Bem, risadas a parte, a Kayla não canta muita coisa não. A história dela e o ânimo que ela tem é a que a levaram pra frente – e isso acontece demais no American Idol (Lembram do Crazy Dave?). Ela não deve ir longe, por obséquio. Mas eu adoraria ter uma pessoa assim como amiga!

Kady Malloy: A Kady cometeu um erro enorme! Enorme, enorme, enorme. Lição sobre American Idol: você não deve imitar ninguém, nunca! Se você fizer isso, faça de um jeito que mostre claramente que a sua imitação é uma coisa e você cantando é outra. No caso da Kady, ela parece muito com a imitação que faz. Eu fico imaginando que ela deve ter entretido tantos amigos com a imitação da Britney ou da Shakira, que hoje em dia ela tem dificuldade de distinguir ela mesmos dessas personalidades que consegue reproduzir. Não acredito que ela deva ir longe na competição, embora o Simon tenha dito que ela foi a melhor de todos até aquele momento. Mas eu estou disposto a ser convencido do contrário – vamos ver o que acontece a seguir.

Kyle Ensley: Kyle Ensley, governador de Oklahoma e possível presidente dos Estados Unidos. Ele é bem pouco desafinado (Sem ironia), mas canta lento demais, não tem ritmo e provavelmente roda em Hollywood. E que maldade dos produtores, de fazerem hora com ele (Tudo bem que eu achei um tanto quanto engraçado, mas ainda assim). Ele obviamente não vai ser o próximo American Idol. Por uma margem absurda de votos, presidente.

Colton Swon: Eu entendo quando o Simon diz que o Colton é tipo esses cantores de bandas que existem por aí, de bares, pubs e quiosques em geral. Mas eu vejo potencial nele – espero que ele fique por algum tempo no programa. Quero vê-lo cantar mais coisas. Mas é importante dizer: sabe aquela coisa que ele fez, de enganar os pais e o Ryan com a ajuda dos jurados? É assim que uma boa e memorável audition deve ser. Com um toque de graça.

Drew Poppelreiter: Jaydee Bixby, o retorno. Sério, quando eu vi esse cara, pensei no Jaydee do Canadian Idol. O cara não canta lá essas coisas, não tem presença de palco e, a não ser que ele mude radicalmente em Hollywood, vai ficar pra trás. E o Jaydee foi infinitamente melhor na audition dele, diga-se de passagem (Ainda que tenha sido motivo de ira por parte dos entusiastas de música de todo o Canadá e em algumas partes do Brasil, por ter ido tão longe no CI).

Nina Shaw: O nome dela é excelente, muito vendável. A voz, nem tanto. Em minha opinião, a despeito das esperanças do Randy, ela roda fácil em Hollywood.

Renaldo Lapuz: Por que eu tenho a impressão de já ter visto esse cara em algum lugar antes? Ele parece um pouco com o Xororó, eu acho. Tipo uma mistura de Rionegro (Quem é o baixinho? É o Rionegro ou é o Solimões?) e Xororó, com uma pitada de Hiro Nakamura e um quê de William Hung. O cara idolatra o Simon me-esmo. Eu gosto um bocadão do Simon, mas o Renaldo é um Simonette de carteirinha. O Simon amou tudo o que ele disse – aquela risada do Simon depois que ele começou a explicar o porquê do nome no chapéu foi tipo aquele alívio decorrente de massagem shiatsu no ego, entende? Foi bem engraçado – e é claro que o Renaldo nunca vai esquecer aquele abraço.

Aquele Paul Stafford parece ser tão gente boa. American Idol, como eu disse no post passado, tem dessas coisas – gente boa que fica de fora. E gente ruim que fica dentro, também. Mas é claro, ele não canta nada. Douglas Davidson, taí um cara estranho (Tipo um Michael Moore barbeado e com asma. Ele tem algum problema respiratório, não tem?). Uma dessas auditions que a gente tem a impressão de que vai ver outra vez, tipo no último episódio, numa retrospectiva.

Outra observação. Viram o cara com os dreads? Ele passou também, como deu pra ver no finalzinho do programa. Quero ouvir esse cara cantando, tenho a impressão de que ele canta bem.

É isso aí, pessoal. Até a próxima semana, com San Diego!

About these ads

7 Respostas to “American Idol – 7×02: Texas”

  1. Só agora lendo o texto é que percebi que o nome do cara é praticamente idêntico ao do vocalista do Iron Maiden, hehehe, só faltou o talento ser parecido tb.

    Eu adorei a garota que sofreu o acidente, a alegria dela é contagiante mesmo.

    E esse cara do final o Renaldo é um cara especial, único. Adorei ele e a música que ele cantou no fim foi demais :p

    E não sei se foi só eu, mas todas as loiras eram muito parecidas.

  2. To gostando muito ate agora, só achei que no Texas eles passaram um ou dois por dó!

  3. Lucas Carvalho said

    Eu pensei em escrever o negócio do Bruce Dickinson, mas eu achei que o post já tava quilométrico demais. :D

    Por outro lado… Quem ler esse comentário, faça um exercício. Dê uma olhada na parte final do primeiro episódio, onde o Ryan falou sobre as cenas do episódio seguinte. Ele diz que eles encontraram “some Texas size talent” – e apareceu um cara de cabelo preto logo depois, cantando. Era ESSE cara que eu queria ter visto, mas não vi. :/

  4. [...] Série Maníacos: American Idol – 7×02: Texas [...]

  5. Renan Swat said

    Pois é cara eu curti mesmo foi o Brandon Green apesar de seu hobby o cara mandou bem ao meu ver. Mas outra coisa que posso dizer sobre o episódio é :

    – I AM YOUR BROOOTHEEERRRRRRR YOURRR BESTT FRIEENDD FOREEEEVEEERRRR!!!!!!!

  6. Tiago Rodrigues said

    I AM YOUR BROOOTHER… YOUR BESST FRIENDS ARE FOREEEVER!!! hehehehe
    BROTHERS UNTIL THE END OF TIME….. I AM YOUR BROTHERS!!!

    Esse cara vai reaparecer no Kodak Theather …vcs vão ver! hehehehe

    Concordo, passaram uns por pena sim. Mas eu gostei desse episódio. Foi mais gostoso de assistir do que o primeiro.

    Jéssia: Normal, igual a todas as loiras que vão cantar no programa. NÃO
    Alaina: Niguém precisa de outra Carrie Underwood no programa (e olha que eu gosto dela). NÃO
    Zpia: Mais uma negra que eles adoram. Também canta igual a todas as outras negras. NÃO
    Brandon: Diferente, simpático…mas nojento. Gostei dele. SIM
    Kayla: O American Idol não é para ela. Nem para ela não para Janis. NÃO
    Kady: Bonita e meio sem graça sim. Pode ser uma Katarine como uma Ayla Brown. SIM
    Kyle: Cara sem noção. Não vencerá. Se não serve para vencer não serve para passar. NÃO
    Colton: Igual a todo cantor de banda rock por aí. Mas pode virar um Chris Daugthry? NÃO
    Drew: Passaram por dó. Normal. Todos cantores country cantam melhor que ele. NÃO
    Nina: Tá…essa é “padrão Idol” mas canta até que bem. Dá para passar. SIM

  7. [...] tball wrote an interesting post today onHere’s a quick excerpt Por Lucas Carvalho [...]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: