Alguns comentários sobre Heroes, Dexter, Brothers & Sisters e How I Met Your Mother

heroes204hdtv-lolavi_000659075.jpg

E parece que Heroes finalmente mostrou a que veio. The Kindness of Strangers foi o melhor episódio da segunda temporada até agora e a trama começa a se desenrolar. Dois motivos para essa qualidade foi que não tivemos o Hiro, com aquela sua história ridícula, e nem o Peter. Sobre este, tudo mudará semana que vem já que a maravilhosa Kristen Bell entrará na série e sua personagem vai à procura do sujeito. Achei que nunca admtiria isso, entretanto uma das coisas que mais to gostando é da sub-trama da Claire. Mas nem tenho tantas escolhas, né? Odeio aquele Micah, mas gostei do que vi nesse episódio. Bem interessante o poder de sua prima, mais esse excesso de personagens deixa essa trama cada vez mais nebulosa.

A procura de Molly e Parkman para o tal homem pesadelo toma uma rumo muito bacana quando descobrimos que ele é o pai do Matt, um membro daquele mesmo grupo que o pai de Hiro e a mãe dos irmãos Patrelli fazem parte. Semana que vem tem tudo para ser um grande episódio. Ah, e a direção de The Kindness of Strangers foi magnífica.

Heroes – 2×04 – The Kindness of Strangers – 7,5 (MVP: Greg Grunberg)

dexters02e03hdtvxvid-xorfilewareznlavi_002704535.jpg

An Inconvenient Lie manteve o nível dessa incrível segunda temporada. Sério, Dexter se supera a cada episódio. A grande sacada do episódio foi vermos que Dexter não é aquela pessoa fria que não se importa com ninguém. O dialogo que ele teve com o vendedor de carros momentos antes de ser fatiado, sobre quem mentia mais, foi brilhante. Quando ele crava a faca no peito do sujeito, percebemos que seu lado humano dormecido, voltou à vida. Dexter nessa segunda temporada está mais vivo, como bem vimos na season premeire. Acho que todos nós já sabíamos desse seu lado humano, menos o próprio Dexter. A “Mentira Inconveniente”, como diz no título do episódio, está justamente ligado a isso. As reuniões aos narcóticos anônimos servem de válvula de escape para Dexter expor seus medos e pensamentos mais sombrios. Aquele seu monologo na reunião foi sensacional. Com isso ele matou dois coelhos com uma cajadada só: recuperou a confiança de Rita e tirou Doakes temporariamente do seu pé. Todos saíram ganhando.

Dexter – 2×03 – An Inconvenient Lie – 9 (MVP: Michael C. Hall)

brothersandsisterss02e03hdtvxvid-xoravi_002146060.jpg

O estado de saúde de Justin é mais uma vez um dos destaques do episódio. Porém, as dores em sua perna não chegam nem aos pés na dor que fizeram o Tommy passar. Qual é daquela Julie, afinal? No penúltimo episódio da temporada passada, My Favorite Son, vimos o casal tomar a atitude de salvar apenas a filha juntos. Foi uma decisão mútua e está completamente errado ela jogar a culpa para cima do marido. Entretanto, temos que reconhecer que não é fácil para uma mãe perder um filho e esse trauma será uma sombra na vida dela até a sua morte. Esperava ver uma Julie mais forte e menos clichê.A cena que ela vai embora de casa é de partir o coração. Só espero que o Tommy seja homem o suficiente para agüentar a tentação da loirinha e provar que ela é realmente o amor da vida dele.

As coisas entre Kevin e Scotty voltam a ganhar um novo fôlego quando o rapaz procura o advogado para representá-lo em um julgamento. Kevin não iria deixar de ajudar o “amigo”, ainda mais em um caso homofóbico. Ele, competente que é, ganha o julgamento e como pagamento ganha um jantar. Quando o policial diz para a juíza que o Scotty o chamou de “little miss officer” e ela responde “sue him for defamation” eu quase chorei de dar risada. Foi sensacional.

Brothers & Sisters – 2×03 – History Repeating – 9 (MVP: Matthew Rhys, Balthazar Getty, Sally Field)

howimetyourmothers03e04hdtvxvid-xorfwavi_000921045.jpg

A terceira temporada até agora continua, digamos, regular. A premiere foi algo sensacional. Daí no segundo episódio a falta de criatividade afunda o episódio (mas o flashforward no final do episódio foi maravilhoso). No seu terceiro capitulo as coisas melhoram outra vez e no episódio dessa semana uma disputa bem bacana entre Ted e Barney deixam as coisas mornas. A aposta é ver quem consegue transar com uma garota do bar primeiro. Foi muito engraçado vermos os pequeninos Barneys escalando o corpo da mulher. E até a sub-trama da Robin eu gostei essa semana. Ela dando o fora no garotinho com aqueles clichês de relacionamento foi demais. E depois tomando o fora dele, com os mesmos clichês, foi o ponto alto do episódio. Ted, conheça sua futura esposa logo!

How I Met Your Mother – 3×04 – Little Boys – 8,5 (MVP: Neil Patrick Harris)

Anúncios

4 comentários sobre “Alguns comentários sobre Heroes, Dexter, Brothers & Sisters e How I Met Your Mother

  1. Acabei de ver o epi de Brothers & Sisters(emendei o segundo e o terceiro), e sinceramente, achei esse bem inferior aos 2 primeiros. Acho que ficou faltando um toque de comédia para disfarçar um pouco o drama, que teve bastante.

    Achei o trio Nora/Justin/Rebecca meio morno…talvez pq eu tenha achado a sally field meio apagada nesse episódio em comparação aos outros.

    A Sara nem apareceu direito…e a história do kevin não me animou muito.

    O Tommy foi o destaque do episódio, mas sei lá…implico muito com o personagem dele. Talvez pq eu tenha achado ele o mais apagado dos irmãos na primeira temporada. Quando passou a season premiere, fiquei até empolgado com a história dele, lembro da Rebecca falando no final: “O Tommy toma conta de todo mundo, mas não vejo ninguém tomando conta dele”. Achei que os roteiristas fossem aproveitar isso, talvez fazendo ele até sucombir pelo stress, mas me enganei…tô achando essa história de mulher deprimida/cara solitário/ secretária que vai dar em cima meio clichê demais…

    Daria uns 8 pra esse episódio, mas vou subir a nota pra 8,5 só pela cena final: A nora olhando o Justin drogado foi de cortar o coração.

  2. Heroes “esse excesso de personagens deixa essa trama cada vez mais nebulosa.”
    CTZ

    Dexter o que achei mais legal foi o sofrimento das vitimas de pessoas desaparecidas, algumas até provaveis vítimas do Dexter, em paralelo com a alegria de uma das familias (essa com ctz vitima do Dexter) já que o sistema não funcionou pra deixar o familiar violento deles isolado D+
    e a cena do Dex ‘tirando a mascara’ foi sensacional!

    as outras duas não vejo!

  3. DEXTER na veia! Cada vez melhor. Michael C Hall se supera a cada cena. A descoberta de se importar com Rita e as crianças alimenta só um lado dele, enquanto que o Dark Passanger ainda é mais forte. Como será que ele se vira num triângulo amoroso? É sempre uma surpresa em cada episódio. Nível altíssimo.

  4. Esse episódio de “Heroes” foi o melhor até agora, mas minha nota também foi 7,5. Aquela história do Hiro no passado já cansou, por isso adorei que ele não tenha aparecido. Gostei muito da nova personagem (apesar do problema que você falou, pois realmente fica excessivo e muita gente nem tá aparecendo mais). E adorei o momento no letreiro de Hollywood (visualmente maravilhoso). E “Dexter” é “Dexter”, né? Mais um ótimo episódio, apesar de preferir os dois anteriores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s