Dexter – 2×12: The British Invasion – Season Finale

dexter-poster-novo.jpg

Para quem só foi assistir o season finale essa semana conforme a exibição americana estamos dando um up no mesmo comentário postado algumas semanas atrás.

Spoilers Abaixo:

Depois de muitas teorias e expectativas, os dois grandes problemas de Dexter (Doakes e Lila) foram “resolvidos” de maneira espetacular. Primeiro tivemos a piromaníaca da bruxa inglesa (até a Deb gostou desse apelido e mandou ela pegar a vassoura e sair voando) dando seu jeitinho em Doakes. Ela sabia que o “vício” de Dexter era algo muito além de um mero caso com drogas e realmente ela provou ser a única a enxergar além da “máscara” e não se importar com o que via, pelo contrário, logo ao saber que sua alma gêmea era o verdadeiro Bay Harbor Butcher ela foi tomada pelo sentimento de proteção e mandou Doakes pelos ares em uma cena de explosão de causar inveja a muitos filmes de orçamento milionário. Foi de arrepiar.

Para todos aqueles que estavam incomodados da chance de Dexter matar Doakes e quebrar o código de Harry, acredito que ficaram satisfeitos com o fim do sargento. Eu particularmente não era uma dessas pessoas, para mim já bastava ele estar seguindo a regra número um de não ser pego e estaria tudo justificado. Aliás, quero citar um comentário da leitora Maria postado no comentário do episódio 2×10: “Dexter não é mocinho de romance, é um serial killer, um assassino que segue um código para o qual foi doutrinado porque teve de se apegar a ele pra sobreviver e dar sentido a sua vida.
Não adianta ficarem tentando vê-lo com lentes cor-de-rosa. Isso seria desmerecer a riqueza desse magnífico personagem reduzi-lo a algum estereótipo”
. Considero esse comentário perfeito e é assim que eu vejo o personagem. Foi tudo muito bem colocado.

Achei muito bom quando Dexter levanta da cama depois de uma noite bem dormida e começa os afazeres do dia com a musiquinha da abertura. Isso simboliza um novo começo para o mestre Dexter. Agora o código de Harry vai sofrer um upgrade e se transformar no código de Dexter. Isso sim é que é evolução de personagem.

Já fazia um tempo que eu achava que Lila morreria pelas mãos de Dexter ou no mínimo de algum outro personagem importante da série, mas a forma como a sua morte foi construída em apenas um episódio é de tirar o chapéu para os roteiristas. Mais uma vez para aqueles que precisavam de um motivo para Lila se enquadrar no antigo código de Harry, foram dados não um, mas dois motivos. Se não bastasse o assassinato de Doakes, ela ainda tentou fazer churrasquinho dos filhos de Rita e do próprio Dexter. Não tinha como, teve que ser faca na caveira, ou melhor, faca na bruxa.

Outro ponto importante na evolução de Dexter foi a sua humanização chegar ao ponto mais alto até agora. Rita, as crianças e Deb não são mais meros instrumentos para ele manter o seu “disfarce” de humano. Por mais que essas pessoas o tornem mais vulnerável, ele realmente se importa com elas.

Lundy e Deb não tiveram uma conclusão definitiva para o relacionamento deles, se ele voltar na próxima temporada vai ser bem legal se não, vai ser mais um desilusão amorosa para a lista dela.

Em conclusão, essa temporada foi magnífica. Praticamente todos os episódios acrescentaram alguma coisa e foram de bons para ótimo. Nenhum ruim. Essa constante na qualidade é uma coisa que muitas outras séries podem aprender. Não é necessário acabar uma temporada com final inacabado e cheio de mistérios para fazer as pessoas voltarem no próximo ano guiados pela curiosidade. Dexter provou que uma temporada pode ser bem amarrada e concluída que não vai perder fã nenhum, pelo contrário, estou muito satisfeito com esse final e não acredito que vou encontrar alguém descontente com a conclusão da segunda temporada.

E se a tristeza bater no seu coração com a lembrança que só daqui a um ano vamos voltar a assistir Dexter, levante a sua cabeça e se sinta orgulhoso de fazer parte de uma pequena elite que acompanha a melhor série da atualidade.

Anúncios

6 comentários sobre “Dexter – 2×12: The British Invasion – Season Finale

  1. Essa temporada de “Dexter” foi excelente, realmente não teve nenhum episódio abaixo da média – aliás diria que todos foram de ótimos para cima. Talvez seja a melhor série da atualidade mesmo – ainda que seja fã de “Lost” e “Pushing Daisies”.

  2. Cara, até essa segunda temporada do dexter House era a melhor pra mim. Nem Heroes, nem Lost e nem Prison Break haviam desbancado o House, mas eis que o Dexter torna-se a definitiva. Simplesmente “a melhor série da atualidade”

  3. Cara,
    Aluguei a primeira temporada e logo baixei a segunda. Atualmente estou acompanhando a terceira. E com certeza Dexter é um dos personagens mais bem feitos e complexos que eu já ví. A interpretação do Michael C. Hall é ótima. Adoro os diálogos dele com suas vítimas e seus devaneios. Pra mim, são os pontos altos dos episódios. Fiquei satisfeitíssimo com a segunda temporada. E, assim como um bom livro que nos prende do inicio ao fim, Dexter é uma série que me deixou preso de uma forma incrível!

  4. Dexter é de se humilhar. Eu era viciado em Lost e Heroes, mas depois que vi os 3 primeiros episódios de Dexter…Simplesmente perfeitos: O roteiro, os personagens etc. Parece até que o roteirista é um serial killer ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s