Secret Diary of a Call Girl, importação de séries é a próxima tendência da tv americana.

secret-diary-of-a-call-girl.jpg

Aos poucos vamos notando as tendências e medidas que as emissoras americanas estão tomando para preencher sua grade de programação em virtude da escassez de séries gerada pela greve dos roteiristas de Hollywood. O primeiro passo foi encomendar dezenas de realitys shows e game shows, dessa enxurrada de realitys, poucos vão ser bons devido à pressa com que foram produzidos (vide as últimas estréias americanas, Clash of the Choirs e Duel).

Imagina se chega 2008 sem nenhuma previsão para acabar a greve e começam a surgir realitys absurdos como America’s Hottest Old Lady (A Velhinha Mais Gostosa da América) ou Are You Faster Then A Homeless? (Você é mais rápido do que um mendigo?). Vamos torcer para não chegar a esse ponto.

Depois começaram as notícias de que algumas séries da tv a cabo iriam reprisar na tv aberta (vide Dexter, Monk e Psych) essa semana o canal Showtime anunciou para sua grade de séries de 2008, Secret Diary of a Call Girl uma série inglesa que mostra o dia a dia de uma prostituta de luxo em Londres.

Eu, que por alguma razão sofro de bloqueios ou lavagem cerebral, nunca fui fisgado por uma série inglesa (já tentei Skins, Life on Mars, Robin Wood e outras) e essa é a primeira vez que me vejo acompanhando uma série da terra da rainha.

Secret Diary of a Call Girl conta à história de Hannah e é baseada em um blog que depois virou livro de uma prostituta da vida real (déjà vu Bruna Surfistinha), e mostra uma jovem que adora sexo e dinheiro e para juntar o útil ao agradável, ela resolve aderir à profissão mais antiga do mundo. Nasce à prostituta de luxo Belle. Mesmo com um tema desses, a série consegue ser inteligente, intrigante e com um texto impecável sem se entregar à promiscuidade exagerada. Nada de mais para quem já viu algum episódio de Californication, The Sopranos, Entourage, Tell Me You Love e etc.

A atuação de Billie Piper (Doctor Who) é ponto forte da série. Ela está ótima na pele de Belle/Hannah e consegue transparecer toda a luta da personagem em tentar viver em harmonia em mundos diferentes. A forma como a câmera é usada como se fosse o diário pessoal dela, é um formato bem legal. O tempo todo ela olha para a câmera e faz comentários em tempo real como se estivesse escrevendo um diário e conversando com o telespectador ao mesmo tempo. Londres como pano de fundo é algo muito legal para quem só está acostumado a séries americanas como eu. É tudo bem diferente. A trilha sonora é ótima e vai desde Madonna a Regina Spektor.

Nessa época de vacas magras estou tentando tirar um bom proveito dessa greve para conhecer séries que eu sempre quis assistir, mas nunca tive tempo ou conhecer coisas novas (nessas últimas semanas já virei fã de Friday Night Lights e How I Met Your Mother) e Secret Diary of a Call Girl é uma boa dica para você que às vezes fica enjoado das séries água com açúcar.

Você já escutou o podcast feito pelos editores do Série Maníacos? Clique aqui e saiba mais sobre o PodManíacos.

16 comentários sobre “Secret Diary of a Call Girl, importação de séries é a próxima tendência da tv americana.

  1. Hum, também adoro séries inglesas, principalmente Life on Mars, essa eu nunca tinha ouvido falar.
    Mas me fala uma coisa Michel, você assistiu Tell me you love? Se sim o que achou?

  2. Então Lucas, eu assisti os 4 primeiros episódios e desisti. Os dois primeiros episódios tem as cenas de sexo mais graficas que eu já vi em alguma série, e o drama dos casais tava muito bobo, os dialogos meio fracos…nao consegui acompanhar nao!
    Vc curtiu?
    Abraço

  3. Então, eu não assisti, queria opiniões, e todos falavam que a série não era boa, mas entrou na lista do AFI como um das melhores séries do ano, então fiquei bem curioso.

  4. Bem que os americanos poderiam importar a séria inglesa “Hustle” (aqui no Brasil, “O Golpe”). O série é excelente… passando nos EUA ela ganharia mais visibilidade e ficaria mais fácil de encontrar material sobre a série.

  5. Depois do quarto episódio a série começa a fazer mais sentido. Depois das explicações que eles nos deram até o quarto episódio, fica mais fácil entender a história. O modo como a primeira temporada termina é muito bom. Sem contar que eu estou muito surpreso com a qualidade ainda maior da segunda temporada.

  6. Cara, to baixando…é incrivel!
    Quando eu vi a primeira vez (só o anuncio) achei que era super futil….mas SUPERA…
    pessoal…! Aconselho e remomendo.

  7. Nossa gente, eu adorei esse seriado, bem tem várias dicas de como conquistar um homem, e como realizar as fantasias mais engraçadas, as mais sedutoras, e também para quem gosta de ropas,sapatos,maquiagens, super top, vocÊS~vão ter um filho onlhando os sapatos e as roupas dela(Hannah/Belle).]Bem acabei de termina a 3° temporada de Secret Diary of a Call Girl. Its very coll ..

    xxx

  8. alone, outro que veio parar por aqui por causa da Billie Pipper….. hahahahahahahahhahahahhaahah, achei que eu era o único.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s