American Idol – 7×04: Charleston

charleston2.jpg

Por Lucas Carvalho

Tudo tranqüilo, galera? Chegamos ao quarto episódio da 7ª Temporada de American Idol. Quer você seja um fã de carteirinha ou um freqüentador assíduo do VoteForTheWorst.com (Cuidado, lá tem spoilers até a garganta), aqui no Série Maníacos nós comentamos as performances e analisamos as chances dos nossos favoritos.

Então, sem mais delongas, vamos aos mais marcantes de Charleston, South Carolina:

Spoilers Abaixo:

Raysharde Henderson: O “Black Clay Aiken” foi bem desafinado. Cantou como se estivesse na Broadway (Off-Off-Broadway), não escolheu bem a música e, enfim, mais uma das figurinhas caricatas dessa temporada. No entanto, quando ele começou a cantar, pareceu mesmo um pouquinho de nada com o Clay. E eu digo isso de poucos, visto que o Clay é o meu favorito de todas as temporadas. O que falta ao Raysharde é controle, musicalidade e… Algum senso de ridículo.

DeAnna Prevatte: A voz parecia um vagão se descarrilando. Ela foi um tanto quanto rude, mas alguns diriam que é de se esperar, em face da “simpatia” do Simon. A DeAnna quis imitar a Kellie Pickler no jeitão de cantar e ficou péssimo (Poderia ter escolhido outra pessoa para se espelhar, já teria sido um avanço).

Randy Stark & Crystal Ortiz: Bonito casal, ué. Cantam mal e dão conselhos pras pessoas sobre o processo das auditions. É, Internet é uma caixinha de surpresas.

Michelle & Jeffery Lampkin: A Michele pode cantar um pouco melhor, projetar mais a voz – mas eu gostei muito de como ela cantou durante a parte do dueto. Já o Jeffery… Nota 10 pro cara. Estilo, vozeirão, carisma e descontração numa pessoa só. Gostei da voz, gostei do jeitão e é sem dúvida um early favorite , não apenas para os outros, mas também para mim.

Amy Flynn: Os produtores deixaram o “Catherine” de fora já com vistas para a criação de um nome artístico. A Amy de verdade não é tão boa… Canta alguma coisa, mas ela me lembra um bocado a Ayla Brown (Talvez por causa da música que ela escolheu pra cantar). Não sei se ela vai chegar a ser rotulada pela questão da abstinência durante o programa, mas é bem provável que ela caia fora em Hollywood. Além disso, ela realmente me pareceu um tanto quanto irritante, como disse o Simon.

London Weidberg: Nada de extraordinário, nada de inovador – e olha que ela parece ser bem experiente, até mesmo por ser uma full-time musician, como ela própria afirmou. Tenho plena convicção de que ela não se adequa aos padrões do programa.

Lyndsey Goodman: A Lyndsey não foi mal. Talvez tenha escolhido mal a música, desafinado aqui ou acolá e tremido tudo, mas no fundo ela sabe cantar. É pena que tenha 28 anos e que aquela tenha sido sua última oportunidade. Não passou, mas pessoalmente… Eu considero de certa forma injusto que os nervos não sejam cuidadosamente levados em consideração numa apresentação como a dela.

Aretha Codner: Uma grande candidata (Interprete o adjetivo extensivamente)! O Simon chegou a abrir um sorriso, de tão embasbacado. Cantar, ela canta – discordo do Simon nesse ponto, claro. Canta sim, mas escolheu a pior música para se cantar no American Idol. Já chega de “I Have Nothing”! Whitney Houston é única, cantar as músicas que ela eternizou é cometer suicídio em cadeia nacional. Mas tenho que acrescentar que ela foi bastante educada: ficou desapontada, mas não se utilizou de termos de baixo calão para expressar o que sentia.

Joshua Boson: Am… Prossigamos com os comentários, sim?

Oliver Highman: Queria que o Oliver tivesse se saído bem. O parto da mulher dele e toda a movimentação pra que tudo desse certo, foi tudo cativante. A voz foi muito tremida e ele poderia ter escolhido uma música melhor – ainda assim, é um cara bem legal. E tem 27 anos! Quem sabe no ano que vem ele não possa tentar alguma coisa.

É isso aí, pessoal. Novamente, o episódio teve apenas uma hora de duração, portanto menos candidatos apareceram diante da telona. Especificamente no caso de Charleston, o problema é que os produtores provavelmente não conseguiram achar com tanta facilidade candidatos que cantassem bem no meio da multidão.

Próxima semana, Omaha! Pra quem gosta de pôquer, vai ser bem divertido.

P.S: Não é mistério pra mim que a audiência de American Idol está caindo – também não é mistério para os produtores. Nigel Lythgoe, para citar o de maior destaque. Portanto, esperem reviravoltas, promoções, surpresas e todo tipo de parafernália nos episódios dessa temporada (Nada tão diferente da anterior). ;)

Anúncios

6 comentários sobre “American Idol – 7×04: Charleston

  1. Fiquei muito surpreso com Michelle & Jeffery Lampkin, achei que seria mais uma dupla maluca e acabou um rolando um patcha dueto bonito!!
    Eu sou fã de poker quero ver se em Omaha vai ter bastante referencia!!

  2. meu (im)provável futuro marido é o melhor pra fazer comentários (ou melhor, escrever livros..) sobre os episódios de AI! =D
    não gostei de ninguém e, acho que o cara do neném devia ter passado. =/

  3. Bell você por aqui LOL.

    Bom pessoal eu não curti esse ep, mas posso dizer que fiquei puto que o Oliver não passou e sendo que passaram cada peça por ali que putz, merecia.

    Ep. fraco esse ¬¬

  4. Charleston foi horrível. Ih, errei num post do meu blog, disse que Omaha tinha sido ruim. Depois arrumo, enfim…

    Eu tinha certeza que a dupla de irmãos seria uma das bombas. O motivo? Bom…o cara tinha uma gravata na cabeça e um jeito de malucão junto com a irmã, parecia um daqueles que acha que sabe cantar. E não é que sabiam? hehehe…

    Joshua foi ridiculo, realmente não merece nem ser comentado.
    E tinha certeza que Oliver iria para Hollywood. Bom, ele teve sua historia contada fora dos testes, tinha acabado de ganhar um filho, era o primeiro da fila mas saiu para ir para o hospital com a mulher…ou seja, a história perfeita para o American Idol. Mas não canta bem. Uma pena…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s