American Idol – 7×12: Top 12 Mulheres

foto.jpg

Por Lucas Carvalho

De volta com os comentários sobre o Top 24. Agora foi a vez da mulherada tomar conta do palco e brilhar (Ou não) com músicas dos anos 60. Os jurados estão cada vez mais exigentes, os competidores cada vez mais amedrontados e nós continuamos na esperança de ver uma daquelas performances avassaladoras.

Vamos para a nossa review. O episódio de hoje foi cheio de altos e baixos, com algumas boas performances e outras que é melhor a gente esquecer. A sincera abordagem do Ryan sobre a gripe foi bem legal – pra dar uma boa desculpa para as apresentações sem sal. Vamos analisar cada uma a seguir:

Spoilers Abaixo: Kristy Lee Cook:

kristy-lee-cook-01-2008-02-201.jpg

Música: “Rescue Me”, Aretha Franklin

Insossa. A música errada para a Kristy, mesmo que não estivesse gripada. Sem a voz em ordem, a apresentação ficou bem sem sal me-esmo. Nada de original, nada de interessante… E eu fico pensando em como ela se sairia se ela tivesse cantado a mesma coisa na segunda temporada – sem toda a pressão de estar na sétima e tal. Ainda assim, teria sido uma apresentação sem graça. Foi o começo do programa, tem todo aquele medo… E ela acabou não mostrando nada na primeira oportunidade que teve no Top 24. Uma coisa que eu achei divertida foi quando o Randy falou que a performance foi “rough around the edges” – só lembrei do Zak Werner, jurado do CI… Que fala isso o tempo inteiro.

É importante ressaltar que a escolha da música foi um dos maiores problemas. Se você estiver doente, com gripe, bronquite, sinusite, rinite, artrite ou qualquer “ite” conhecido ou não pela medicina moderna… Passe a maior parte dos dias da sua semana pensando em que música cantar. Uma música bem escolhida é um deleite, até mesmo com rouquidão ocasional.

JoAnne Borgella:

joanne-borgella-01-2008-02-201.jpg

Música: “I Say a Little Prayer”, Aretha Franklin

Elvis ontem, Aretha hoje… Essa música é ótima – muito boa escolha para um vocal masculino, se bem executada. Mas para a voz da JoAnne… Foi péssima! Terrível, terrível, terrível mesmo. A voz fina dela ficou completamente fora do compasso da música… E a apresentação foi uma bagunça. Acho a JoAnne legal, mas essa performance representa uma coisa: passagem de volta pra casa, classe econômica!

Alaina Whitaker:

alaina-whitaker-01-2008-02-201.jpg

Música: “More Today Than Yesterday”, Spiral Starecase

Corrigindo o artista que canta a música originalmente, graças ao comentário da Paula (Ontem eu tinha escrito “Goldfinger”). Gostei da performance da Alaina – o vocal foi bastante forte, controlado e atrativo. Impressionante mesmo. Só achei que a apresentação foi meio lenta no começo. Da metade pro final, o compasso ficou mais corrido e deu certo. Engraçado que a Alaina cantou a mesma música do Chikezie, mas ficou completamente diferente. E é interessante ver como a idade dela transparece na fala e não na voz cantada… Dá pra acreditar que essa moça tá no segundo ano do colegial?

Amanda Overmyer:

amanda-overmyer-01-2008-02-201.jpg

Música: “Baby, Please Don’t Go”, Van Morrison

Apesar de eu concordar um pouquinho com o “all over the place” do Simon em certos aspectos (Devido, como disseram o Randy, a Paula e a própria Amanda, à própria música em si)… Foi fantástico! Sério, cara. É como se o programa tivesse parado por um instante e o Show da Amanda tivesse começado. A música foi meio ininteligível em partes e acabou não passando muita coisa pro público (Em termos de letra e tal), mas o scat que ela fez caiu super bem. Sério mesmo, quando eu comecei a ouvir o baixo e a guitarra, já abri um sorriso no rosto. É incrível como a Amanda consegue ser parecida com a Janis Joplin sem saturar – nem dar aquela impressão de impersonation e tudo. Me amarrei!

Amy Davis:

amy-davis-01-2008-02-201.jpg

Música: “Where The Boys Are”, Connie Francis

Am… É, saímos do Show da Amanda. Voltamos ao American Idol – meio American Juniors, inclusive. Concordei com os comentários do Randy, sobre as desafinações aqui e acolá. O Simon também foi bem certeiro… A música pareceu ter uns dez minutos de duração, bem cabaret também e totalmente sem graça. Foi um convite aos americanos… Para que deixem de votar nela.

Brooke White:

brooke-white-01-2008-02-201.jpg

Música: “Happy Together”, The Turtles

Outra música repetida. O David Cook cantou a mesma coisa ontem. Bem, sobre a Brooke… Achei meio desafinada aqui ou acolá. Ficou esquisita em certas partes, mas a música é fantástica – uma escolha boa, sem sombra de dúvida. Com essa segunda repetição, eu fico pensando cá com os meus botões sobre o tamanho da lista de músicas a cantar nessa semana… Deve ser pequena, pelo visto. O timbre da Brooke, no entanto (E é preciso destacar), me agradou mais que o do David.

O que atrai na Brooke é ela mesma. Ela é intoxicante, intrigante. Os cabelos loiros, a pele alva e os olhos cristalinos deixam a gente hipnotizado – e a coisa dela de permanecer “do lado do bem” é bem legal… Alguma coisa a mais para deixar o público interessado.

Alexandréa Lushington:

alexandrea-lushington-01-2008-02-201.jpg

Música: “Spinning Wheel”, Blood, Sweat and Tears

A voz tava afinada, ela se manteve no ritmo e dançou pra lá e pra cá. Mas eu não gostei da apresentação. Ficou esquisita, com o falsete soprado demais. A Alexandréa tem uma boa voz, mas eu não consigo vê-la progredindo na competição. Nada na performance me chamou muito a atenção e, depois do que eu ouvi nesse Top 12 Girls, fico me questionando sobre se o timbre dela é bom o suficiente pra agüentar o tranco… E a conclusão é de que não é. O Bo Bice cantou a mesma música na quarta temporada – e foi espetacular. As duas apresentações, se comparadas, mostram duas músicas diferentes (Embora sejam iguais. Engraçado).

Kady Malloy:

kady-malloy-01-2008-02-201.jpg

Música: “Groovy Kind of Love”, Phil Collins

Eu concordei em parte com os jurados. Sim, a música foi um tanto quanto tediosa e sim, da parte em que a Kady se levanta até o final… Foi um desastre. Mas o começo da música (Com aquele “When I’m Feeling Blue” subindo) foi bem interessante – a voz da Kady é encorpada e, ao mesmo tempo, suave. Tipo como a voz da Darlene Zschech, uma cantora gospel que eu conheço. Ainda prefiro a imitação da Britney, o que realmente configura um problema – visto que, se a Kady imitar a Britney em qualquer das performances, é bem capaz de ela ser mandada pra casa na mesma semana. Torço pra que ela se encontre na competição.

Asia’h Epperson:

asiah-epperson-01-2008-02-201.jpg

Música: “Piece of My Heart”, Janis Joplin

Janis mostrando as caras no Idol. Gostei da escolha da música, mas eu não gosto muito do timbre da Asia’h. É como se a voz dela tivesse falhas no meio – ela vai cantando e partes da melodia se perdem no começo dos versos. É estranho, fanhoso e irritante. Achei legal a energia que ela trouxe pro palco, mas… Discordando do Simon (O que raramente faço), acredito que ela não foi a melhor da noite, nem até aquele momento na competição. Foi bem, mas o timbre simplesmente não me agrada.

Ramiele Malubay:

ramiele-malubay-01-2008-02-201.jpg

Música: “You Don’t Have To Say You Love Me”, Dusty Springfield

A Ramiele foi a melhor da noite, sem nem pensar duas vezes. Calma, tranqüila, confiante. Afinada, com aquele timbre sussurrado tomando conta do palco e sem se preocupar com floreios – enfim, dando conta do recado. No entanto, eu percebi que ela sem dúvida tem duas personalidades – no vídeo dá pra ver muito bem. Em um momento, ela parece a Hello Kitty e, no outro, é uma moça equilibrada e focada na competição. Particularmente, toda vez que eu olho pra Ramiele, eu penso na Sabrina Sato (Eu sei, a comparação é totalmente esquisita).

Syesha Mercado:

syesha-mercado-01-2008-02-201.jpg

Música: “Tobacco Road”, Jefferson Airplane

Também gostei um bocado da Syesha, embora tenha que dizer que, tendo em vista aquela performance dela na Hollywood Week com a rouquidão, eu pensava que fosse ser um pouco mais interessante. A música não foi muito legal pra ela (Preferiria ver a Amanda Overmyer cantando – teria sido bem diferente) e aquela nota alta do final, embora bem impressionante… Foi totalmente fora da música, fora do compasso, fora de ordem, fora de tudo. Espero que ela escolha melhor as músicas daqui pra frente.

Carly Smithson:

carly-smithson-01-2008-02-201.jpg

Música: “Shadow Of Your Smile”, Barbra Streisand

Ah… Eu achei legal simplesmente por ter trazido a Barbra Streisand pro programa. Tão incrível. Sobre a Carly, gostei imensamente da sinceridade sobre o fato de ela ter gravado CD antes. No entanto, a gravadora, como o Rickey (www.rickey.org) bem mencionou, não implodiu. Com essa gravadora aconteceu um procedimento chato, embora corriqueiro, de incorporação empresarial (E os cantores menos expressivos são deixados de fora nesses momentos). A performance da Carly teve seus momentos bons e ruins… Com desafinações salpicadas por toda a música. Acho que a gripe realmente a prejudicou, mas a escolha da música trouxe ainda mais problemas. O timbre dela, no entanto, é absurdamente agradável.

Pra mim, a melhor da noite acabou sendo mesmo a Ramiele Malubay. Num segundo lugar colado ficou a Amanda Overmyer e empatadas num terceiro lugar ficaram a Syesha e a Asia’h. O episódio como um todo foi bom… E concordei com o Randy. As performances das mulheres conseguiram, em certa parte, dar uma subida no nível.

Rumo aos resultados, agora. Vamos ver se as minhas previsões se concretizam também com as mulheres, na eliminação sumária da Amy Davis e da JoAnne Borgella, que provavelmente não conseguirá votos suficientes pra se manter no Idol (Mas a Kady Malloy também corre seríssimo perigo).

É isso aí, galera! Amanhã, a gente fica sabendo quem saiu… E quem vai fazer parte do Top 20. See ya! ;)

6 comentários sobre “American Idol – 7×12: Top 12 Mulheres

  1. Pra mim a melhor da noite foi a Alexandréa, e a 2ª melhor foi a Alaina

    Syesha realmente precisa escolher melhor as músicas, gostei da Ramiele e odiei a música que a Carly escolheu

    E eu achei a versão da Alexandréa MIL vezes melhor que a do Bo Bice…

  2. Ótimo comentarios como de costume.
    Eu tb gostei muito da Syesha e a Asia’h. E realmente eu estava errado…as mulheres nao deram um pau nos homens como eu achava que elas dariam!!
    Achei meio sem noçao o Simon comentar do hype em torno da Carly Smithson!! Se ela esta hypada eh por culpa dos comentarios dele durante a hollywood week. Ela nao tem nada a ver com isso.

  3. Eu estava com expectativas com relação ao top 24 e tudo ficou um pouco abaixo, apesar de ter sido bem legal. Mas não é ótimo quando suas expectativas são correspondidas e até superadas? Foi isso que aconteceu com a garota que estou torcendo mais, a Ramiele Malubay. Maravilhosa versão dela.

    No mais eu concordo quase que totalmente com o Lucas, principalmente sobre a Asia’h Epperson, totalmente bizarro aquilo que ela faz. E sobre a Kady Malloy, cara, quando ela começou a cantar eu pensei que ela seria foda, mas foi só uma impressão. Mas eu acho que se ela acreditar mais nela e escolher umas músicas boas, pode haver recuperação ai.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s