American Idol – 7×18: Top 8 Mulheres

top8girls.jpg

Por Lucas Carvalho 

As mulheres tomam o palco na luta para conquistar uma das 12 vagas mais almejadas do show business americano. Essa é “A” hora de mostrar potencial, garra, confiança e voz, muita voz.

O episódio de hoje foi interessante- ish. Quase todas as mulheres receberam elogios (Do Randy e do Simon, porque elogios vindos da Paula já se transformaram em lugar-comum) , mas, em algumas das situações, os tais elogios não foram muito merecidos – além disso, tudo ficou meio aquém do que os homens fizeram ontem. Vamos analisar as performances uma a uma:

Asia’h Epperson:

asiahtop8.jpg

“I Wanna Dance With Somebody”, Whitney Houston

As mulheres nunca aprendem, né? Temporada após temporada, tem sempre aquelas que querem estender os braços, olhar pra cima e cantar Whitney. É uma das regras basilares para se manter no programa, a de sempre escolher músicas que apresentem algum grau de dificuldade, mas nada mitológico demais – e Whitney já virou um mito, sem dúvida.

No entanto, a Asia’h (Apesar de eu ainda não gostar do timbre dela) se deu relativamente bem! Cantou com a voz quase sempre afinada… E a interpretação foi boa – só que não foi nada de extraordinário (E que comentário foi aquele da Paula dizendo que ela foi incrível na semana passada também? Ela foi terrível na semana anterior. Em comparação, hoje ela foi abismalmente melhor, claro). Foi bom o suficiente para garantir a entrada da Asia’h no Top 12? Veremos.

Kady Malloy:

kadytop8.jpg

“Who Wants To Live Forever”, Queen

A gente sabe que um candidato não tem chance na competição quando a melhor performance dele fica mais ou menos. Foi o que aconteceu com a Kady. Comentários sobre a personalidade a parte (O Simon sabe o que diz), foi tudo meio estranho demais. A suavidade foi meio estranha, esquisita e a voz de novo ficou pra dentro, naquele jeitão de cover da Christina Aguilera.

Além disso, é preciso dizer… Que a versão da Katharine McPhee foi tecnicamente melhor, além de ter sido bem mais interessante de ver e ouvir. A da Eva Ávila, do Canadian Idol… Foi em um nível completamente diferente. Se tiverem a oportunidade, vejam o vídeo dessa apresentação no YouTube 

De resto, é bem provável que agora a Kady finalmente saia da competição. Se ela ficar no Top 12, vai acabar tirando de lá alguém que realmente merecia continuar no programa.

Amanda Overmyer:

amandatop8.jpg

“Hate Myself For Loving You”, Joan Jett

Na opinião do Simon, a melhor apresentação da noite. Eu gostei da performance, com a melodia sendo rigorosamente seguida pela voz afinada e, claro, mais uma oportunidade de ouvir aquele timbre.

Mas eu não achei que a Amanda se divertiu muito no palco. Dá a impressão de que ela quis cantar alguma outra coisa, mas a produção não permitiu. De qualquer forma, a falta de expressão dela enquanto ouvia os vários elogios dos jurados foi bem estranha. E, se a voz da Amanda reflete em qualquer sentido o caráter que ela tem, toda a formatação que o Idol faz na imagem dos competidores deve estar deixando ela bem mal.

A Amanda é garantia de Top 12. E de muito entretenimento para todos nós, telespectadores. Torço pra que ela continue conquistando o público, episódio após episódio.

Carly Smithson:

carlytop8.jpg

“I Drove All Night”, Cyndi Lauper

Essa é uma das músicas mais etéreas dos anos 80 – se alguém viveu naquela época, provavelmente sabe cantarolar o refrão bem direitinho (Eu não vivi naquela época, quero deixar bem claro). Além disso, fiquei contente em ouvir alguma coisa da Cyndi Lauper nessa temporada.

A voz da Carly é mais poderosa que a da Cyndi sob alguns aspectos, e por isso a música ficou um pouco menos interessante do que poderia ter ficado – se a cantora fosse alguém menos dotada em matéria de extensão vocal, provavelmente o Simon não teria dito o que disse. A apresentação foi boa, afinada, aquela nota mais aguda que ela cantou foi brilhante e ela está lindíssima.

Mas duas coisas me incomodam:

  • Em primeiro lugar, pode parecer um engano meu, mas… Se não me falha a memória, o sotaque da Carly era americano quando ela apareceu nessa temporada pela primeira vez. Talvez a produção do programa tenha pedido a ela para retornar às suas raízes irlandesas.. .
  • Em segundo, esses constantes elogios do Simon são meio irritantes. Mesmo quando ele não gosta da apresentação da Carly, ele faz questão de deixar claro que ela consegue cantar o phonebook (Lista telefônica inteira – é jeito de falar). Concordo com ele sobre o belíssimo timbre da Carly, além da beleza que ela traz para as músicas que canta. Mas está começando a parecer meio forçado. Ainda quero ver a Carly (Pois ela deve estar no Top 12) cantando uma música que a faça brilhar tanto, tanto… Que não tenha como o Simon adocicar mais.

Kristy Lee Cook:

kristytop8.jpg

“Faithfully” , Journey

Esta talvez tenha sido uma das melhores escolhas de toda a competição, porque a música é da banda que o Randy mais ama, Journey. Eu mesmo não conhecia a música, mas realmente é a cara da banda. O jeitão country coube bem na harmonia, assim como a voz dela, que surpreendentemente funcionou com o ritmo e tudo.

No entanto, ainda assim ficou bem medíocre. Nada de memorável, nada de interessante, nada de inovador ou original. Na verdade, não consigo imaginar a Kristy me surpreendendo de jeito nenhum – se os americanos têm juízo, ela fica de fora do Top 12.

(Mas a quem queremos enganar, não é?)

Ramiele Malubay:

ramieletop8.jpg

“Against All Odds”, Phil Collins

Uma apresentação bem esquecível, principalmente porque o timbre da voz da Ramiele nem é raspado demais pra dar aquela sensualidade pra música… Nem é raspado de menos pra chegar até as notas agudas sem fazer esforço. Ficou num meio-termo que acaba não sendo muito bom pra ela.

Algumas semitonadas, a falta de um pouco de showmanship e uma escolha musical não muito inteligente são os ingredientes para um veredicto bem ruim para a Ramiele. A voz dela é bonita e ela tem uma personalidade adorável (Ou pelo menos é o que nós vemos), mas fico pensando se isso é suficiente para um ingresso no Top 12.

E o que foi aquela confusão da Paula? Uma mistura de bebida alcoólica, palavras emboladas, risos e… Bem, foi algo diferente do que a gente já esperava? É, também achei que não.

Brooke White:

brooketop8.jpg

“Love Is A Battlefield” , Pat Benatar

Músicas da Pat Benatar são batata no Idol. Essa, em particular, ficou ótima na voz da Brooke! A performance, com ela sentada no palco sem violão e com quase nada de instrumental por trás, ficou bonita e bem folk. O tom folk é o que dá para a Brooke esse impulso no programa. Ela tem cara, jeito, olhar, inclusive a voz de cantores desse gênero.

Só que eu quero que vocês façam um exercício. Imaginem se a Carly tivesse cantado a mesma coisa. As críticas seriam enormes – então é preciso sempre trazer na mente essa distinção que existe de competidor pra competidor e de voz pra voz.

E sim, a Brooke também é garantia de Top 12. Espero.

Syesha Mercado:

syeshatop8.jpg

“Saving All My Love For You”, Whitney Houston

A Syesha é uma exceção quando se trata de não escolher músicas da Whitney. Ela chega até as notas agudas, consegue ter um relativo brilho nas notas mais graves e, enfim, temos o timbre. O timbre da Syesha é menos encorpado que o da Whitney (Ou o da Leona Lewis, do X-Factor, se formos traçar comparações), e por isso essa música não ficou tão bonita quanto a versão original.

Ah, e também porque a Syesha não tem o controle que a Whitney tem. Deixando as comparações de lado, no entanto, não dá pra deixar a Syesha de fora da próxima etapa da competição. Vamos ver o que acontece no episódio da eliminação.

E é isso, galera. Terminamos as apresentações das fases do Top 24 até o Top 16. Neste último episódio de performances, as minhas favoritas foram a Amanda Overmyer e a Carly Smithson. As piores, ou menos memoráveis, foram a Kady Malloy e a Kristy Lee Cook, embora a Ramiele não tenha ido muito bem também.

No episódio da formação do Top 12, Blake Lewis vai cantar para o público… O quê mesmo? Ah, alguma coisa do CD dele. É uma tentativa de alavancar as vendas do Blake, que foram baixíssimas (Porque o próprio Audio Day Dream não foi gravado com o cuidado de produtores competentes – aí deu no que deu). Prevejo coisas surpreendentes para esse episódio. Portanto, não percam!

E a gente se encontra aqui mesmo dentro em breve, pra comentar mais sobre American Idol. Até logo, pessoal. ;)

 

Anúncios

11 comentários sobre “American Idol – 7×18: Top 8 Mulheres

  1. Eu achei bem divertido a apresentação da Asiah….a musica ficou na minha cabeça o dia todo!!
    Que bom que vc comentou do sotaque da Carly!!! Eu achava que tava ficando maluco “Pow ela nao tinha esse forte sotaque irlandês no começo…ou eu que nao lembro?”
    kkkkkkkkk

  2. Queria pedir desculpas…Não conhecia direito o site e comentei sobre o post provavelmente de amanhã!=/

    Em relação as mulheres, não achei nenhuma apresentação surpreendentemente boa.
    E não sei, algo me impede de gostar da Amanda. Sabe o tipo de coisa que não dá pra discutir, tipo…não gosto do timbre de voz dela. É só isso acho eu.

    Eu adoro a Asia’h…Pessoal também. Apesar de concordar em absoluto que a apresentação da semana passada foi bem fraca. Mas o timbre dela é diferente, rouco…gosto muito.

    Carly…eu a acho boa. Mas também não a vi brilhar. Estou esperando esse momento…=)

    Bom, me alonguei demais. Espero o novo post pra comentar enfim…

  3. Só mais uma coisa…
    A apresentação das mulheres deixou bastante a desejar em relação a dos homens.
    A noite dos homens foi muito boa…Como surpresas como Cook ou Jason(me surpreenderam).

  4. JEEEEEEEEEEEEEEEEEESSSSSSSSUIIIIIIIIIIIIZ

    o que foi Love is Battlefield? PERFEITO

    Brooke incrivel, se o David não ganhar, ja está ganho pela Brooke.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s