Digerindo a sujeira

dirt.jpg

Com um grande atraso em relação aos EUA, Dirt fez sua estréia neste domingo às 22 horas no People+Arts, e eu, fã confesso de Friends que nunca tinha visto nenhum episódio desta série estava no mínimo ansioso.

E quer saber? Deus e o mundo já desceu o sarrafo na série, então o que teria de novo um texto depois de tanto tempo fazendo o mesmo?

Portanto, vamos na direção oposta e tentar achar motivos para se assitir Dirt (o que convenhamos, não é tão fácil)

Começando pelo principal, Courtney Cox. Esqueça o blá blá blá. A personagem Lucy Spiller pode não ser muito estruturada, mas a ex-Monica Geller tem o carisma necessário para manter o interesse e, mesmo que a série não exiga, Courtney é uma boa atriz.

Se a personagem principal decepciona em alguns quesitos, o fotógrafo esquizofrênico vivido por Ian Hart é um grande alicerce para o desenrolar do programa, aparecendo até mais que a Lucy em várias cenas, e toda sua trama, com a convivência com o gatinho que sofre de cancêr é no mínimo inusitada, e as viagens dele ouvindo vozes é tão bizarra que as vezes acaba chamando mais a atenção do que os próprios escândalos das celebridades.

Por falar nas viagens, desde o início do episódio a série flerta com esse modo diferente de mostrar a história, dividindo a cena exibindo diferentes personagens e com as palavras escritas na tela. Mesmo que em muitas vezes o resultado tenha sido mais estranho do que inovador, é interessante ver essa tentativa de diferenciação.

Por último, a série tem todo um clima de diversão escapista e o exagero de cenas pornôs me fazia lembrar o tempo todo daqueles filminhos eróticos da Emanuelle no safári, espaço, etc., que passam de madrugada no Telecine Action. Aliás, se eu fosse executivo do canal E! fazia questão de comprar a série pra fazer dobradinha com Wild On.

Resumindo, o que passa de melhor às 22 horas de um domingo? Pois é, que venha mais sujeira!

Anúncios

5 comentários sobre “Digerindo a sujeira

  1. eu não acho a série ‘boa’ mas tb acho q não é ‘ruim’ por isso assisto…o começo foi legal mas depois da umas bambiadas muito grandes e parece q vai cair, ou vai se levantar, mas fica nessas até o final hehehe ‘balança mais não cai’ ;)

  2. Detestei a série. Nem sequer tive curiosidade de ver o episódio final da primeira temporada. Pena que a FX não tenha conseguido dar uma melhor direcção a esta história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s