Battlestar Galactica – 4×01: He That Believeth In Me

Sim, a melhor série atualmente no ar voltou e eu devo ter sido um dos últimos dos fãs que assistiu a premiere da quarta e última temporada. E o que posso dizer antes de terem que clicar para ler o resto, é que o episódio correspondeu a todas as expectativas.

Spoilers abaixo:

Pouco mais de um ano, foi isso que tivemos que esperar para satisfazer nossos anseios por tudo o que vimos na season finale passada. Nesse meio tempo tivemos o filme Razor, que basicamente serviu como aperitivo, sem mostrar muita coisa de relevante sobre a série. Porém muito eficiente em mostrar alguns fatos e acontecimentos curiosos sobre a Pegasus. O único fato que me deixou instigado foi aquele ser Cylon dizer que a Starbuck levaria a humanidade ao seu fim.

E é justamente a figura de Kara Thrace que ressurge das cinzas e diz ter achado a Terra e que guiará todos até lá. Ao longo do episódio vemos que o caminho das lendas vai diametralmente ao oposto de onde Starbuck “sente” a presença da Terra. E agora, quem está certo nessa história? As escrituras estariam erradas e na verdade elas estariam nos levando ao nosso fim? Essa e muitas outras perguntas ficam no ar.

Falando na nossa querida Kara, ela lembra de pouco de sua viagem de dois meses, apenas que ela durou 6 horas e pouco. Ela também tirou algumas fotos da Terra, porém não se lembra de muito mais coisas. Sua nave está tão nova que parece ter sido fabricada há poucos segundos atrás e não há qualquer registro de atividade nela. Com a guerra acontecendo e tudo mais, o que é que Adamão e companhia logo pensam? Seria Starbuck uma Cylon?

E nosso querido Gaius “Salvador” Baltar? Ele continua seguindo a maré (seus seguidores). Eu to gostando dessa história dele e toda essa referência a religião e tudo mais. A nº6 continua levando-o aonde ela quer e ele vai se safando. Porém algo nesse episódio chama a atenção, além dele curar o garotinho, parece que a Cylon/visão dele realmente o está levando para um objetivo maior e estou bem ansioso para saber o que será. E o que dizer da hilária parte da seguidora, colocando a mão dele em seu peito, dizendo:

“Pode sentir a presença de Deus?”

Vou falar agora das minhas duas partes favoritas do episódio. A primeira foram duas conversas envolvendo o Adamão. Uma com a Kara e a sinceridade dela foi tocante, principalmente o Almirante segurando o coração e agindo com a mente. E depois ele conversando com seu filho, mostrando que há ainda uma certa distância entre os dois devido a tudo o que houve no julgamento e etc.

A outra foram os quatro novos Cylons, na verdade recém descobertos torradeiras. Foi incrível ver em cada uma das cenas deles o questionamento que faziam, se fariam tal coisa devido à descoberta, se conseguiriam se controlar. A desconfiança de alguém iria perceber e etc. Isso foi espetacular, dava pra sentir em cada momento a complexidade de tudo o que sentiam. Tudo foi feito de maneira perfeita.

Para fechar, quem já viu Galactica, viu a versão em HDTV e a diferença para os arquivos DSR que tínhamos na temporada passada, é brutal. Somem-se a isso os incríveis efeitos especiais que tivemos no episódio e a experiência de tudo se tornou ainda melhor. Não posso esperar para ver o que nos aguarda pela frente. Até o próximo episódio.

4×01 – He That Believeth In Me – 9 (MVP:Edward James Olmos, Katee Sackhoff)

Anúncios

23 comentários sobre “Battlestar Galactica – 4×01: He That Believeth In Me

  1. LOL! Depois de mais de 5 meses ‘parado’, o Vidoni finalmente postou alguma coisa! \o/

    Eu achei ótima a season premiere! A única coisa que não engulo são essas bizarrices do Baltar. A trama dele é ridícula, gente. Totalmente dispensável. E o pior é que o ator é até bonzinho…

    E aqueles efeitos especiais do começo foram fodásticos. Em HDTV ficou tudo ainda mais sensacional!

  2. Aoooooooo Vidoni
    Dei sorte por começar a ver BSG a poucos meses e não fiquei esperando um ano pela quarta temporada!! Realmente “ignorância é uma benção”!!
    Gostei do epi, mas acho que esperava mais…realmente os diálogos e os efeitos foram ótimos (eu fiquei voltando a cena que o Adamão toma o tiro no olho pra ver como era bem feito o sangue voando por traz da cabeça dele), mas eu esperava um pouquinho mais!!
    ótima review e vamu que vamu Vidoni!!

  3. Eric desculpa não acho nem um pouco dispensavel a trama do Baltar, apesar de me incomodar por não poder fazer a MENOR ideia daonde aquilo vai parar acho a situação toda mto interessante como disse o Anderson e legal ver eles falando de religião e além disso esse debate sobre religião sempre foi um dos temas fortes em Galactica
    e James Callis ‘bonzinho’???o cara é bom DEMAIS

    Anderson não sei se o Baltar ‘curou’ ainda acho q foi uma coincidencia…

    Michel tb esperava ‘mais’ acho q de todas as seasons premiere da série foi a mais fraca até agora…mas ainda sim foi mto bom…não foi genial, mas foi mto bom!
    achei o ponto forte do episódio todo o drama dos 4 cylons se questionando, o raider scaneando o Anders, o Tigh tendo os pesadelos dele atirando no Adama, o Chief tentando continuar como se nada tivesse acontecido e a Tori sendo a Tori e fazendo nada q chame mto a atenção na série hehehe

  4. ‘E o pior é que o ator é até bonzinho…’ Eric seu fanfarrão! O cara fica no mínimo no top 3 do elenco da série.

    Bem-vindo de volta Vidoni.

  5. Realmente Eric, o James Callis é muito bom! O personagem do Baltar é um camaleão emocional e ele consegue passar todas essas nuances com uma naturalidade incrível. Pra mim merecia um emmy de melhor ator coadjuvante.

  6. De fato um ótimo episódio, bom começo de 4T para nBSG. O melhor do primeiro ato foi ver uma batalha onde houve perdas reais, incluindo naves capitais, ao invés só do típico Viper Redshirt que havia em oBSG, por exemplo.

    É interessante avaliar que o mistério em torno da Starbuck é esquisito mesmo se a pessoa tenta ver a coisa do ângulo de uma agenda cilônia. Se eles tinham a intenção de inflitrar uma Starbucks cilônia, qual a razão de o fazer no meio de uma batalha daquelas, de usarem uma réplica de Viper novo em folha ao invés de um já desgastado e de manterem no caça as fotos de reconhecimento mas não os demais logs? São perguntas que os coloniais devem fazer.

    Já o setup da Seita Xeque que está surgindo em torno de Baltar parece interessante, mas eu quero reservar julgamento sobre este arco mais para a frente. E adicionalmente, eu poderia passar sem mais um pouco ainda daquela velha punhetação em cima da Starbuck, que agora além de todas as suas superduper características, consegue em uma paulada só derrubar um fuzileiro naval a pleno postos e preparado para combate. Tá, então tá. Mas fica de mero nitpick.

  7. Vocês tem todo direito de idolatrar o cara. Podem ficar revoltadinhos e discordarem de mim o quanto quiserem, mas eu não gosto do Baltar/Callis. O que vocês podem fazer? nada.

    Mas eu não sou ignorante o bastante pra achar a opinão de quem gosta de ‘ completamente desnecessária’.

  8. po Eric é tu apaga ai sim fica parecendo mesmo q eu sou pior q os seguidores do Baltar ficou totalmente sem sentido parecia q eu era um maluco!
    haahahah

    e bom ninguem ficou ‘revoltadinho’ eu apenas respondi q discordo de vc…posso? ainda escrevi um ‘desculpa não acho dispensavel..’
    e tu me responde com um ‘vcs’ são piores …jogou tudo no mesmo balaio de gato ué, se alguem desrespeitou tua opinião eu que não fui…agora ler ‘vcs são piores q os seguidores do Baltar’ poderia ter sido um desrespeito a minha mas eu levei na brincadeira…e respondi com o outra…achei q tava tudo na boa…mas não sei pq vc achou q alguem ficou ‘revoltadinho’
    por sinal esse teu comentário sim q me pareceu um pouco revoltado hehehe mas tudo bem o Paulo talvez tenha te pentelhado um pouco, mas eu não fiz nada pra ouvir um ‘vcs’ e me colocarem no meio…mas enfim deixa pra lá…

    ps we believe in gaius baltar!![2]
    ps and Baltar belive in us ! (tá correta essa frase???meu ingles é péssimo hahaha)

  9. hahaha tudo bem ué normal sempre tem a galera q não gosta de algum personagem ou ator!!!
    e o Fiaes bom ai é entre tu e ele hahaha
    mas vale lembrar q ele já se desculpou tb hehehe
    =D
    ps conta um spoiler pra ele pra se vingar q ele vai ficar puto ¬¬

  10. oww Lucas
    vc é meu irmão ou nao?

    ahh Eric
    vc ta com raiva pq minhas criticas de Greys fizeram efeito e agora todo mundo ver os erros que eu falava
    -)

    pow, mas descontar no Baltar é golpe baixo, como alguém falou, ele é top3

    PAZ!
    =)

  11. Só ontem consegui ver esse episódio,ia esperar para ver junto com o segundo mais não aguentei.Esse lance do Baltar tá muito estranho,ainda bem que ele tirou a barba, tava achando que iam fazer dele o JC dos Cylon, o que para mim seria absurdo por demais! Acho o ator que faz o Baltar muito bom, o personagem que é um safado,mas tem muito cylon para eu odiar antes do Baltar. Tinha esquecido o lance da cylon dizer para Starbuck, que ela ia levá-los a destruição.De fato a Starbuck super poderosa é demais,sinceramente é forçado mais eu gosto tanto dela e acho tão bom que tenha voltado…sei que vão dizer que é novelesco,mas eu torço muiiiito para ela e o Apolo serem felizes para sempre,é só o que falta para grande heroína.Pelo que vc. contou no spolier anterior errei minhas apostas do 5 cylon,sempre apostei na Roselyn.Quantos eps. teremos nessa ultima temporada?

  12. Foi um bom começo, como todos dizem. Não genial, mas digno de nosso respeito. Acho que esperar quase um ano me fez vibrar mais quando a música de entrada começou do que qualquer outra coisa. E só para botar mais fogo na palha…. Fala sério, o Baltar é ótimo!!

  13. Balta é o personagem mais interessante e complexo de BG. O cara é vilão, mas não por ser necessariamente mau, apenas por ser covarde e vaidoso. Ele também já fez atos de bondade como ter curado a Roslin e agora realmente escolheu morrer e salvar a vida do garoto. E é claro, ele deu uma bomba nuclear pra a cylon que acabou matando milhares. Eu amo odiar o cara (mas ainda torço que ele se redima de todos os seus erros no final e vire alguem nobre)

    O ator dele é excelente e desde o inicio de BG torço por seu reconhecimento com um Emmy ou algo do tipo.

  14. Quando a fome é muita, tudo o que aparece é devorado, mas a verdade é que estava à espera de mais. Infelizmente, como já se previa, superar o magnífico início da terceira temporada seria quase impossível.

    Por muito bons que sejam os efeitos especiais e os primeiros 10 minutos, também me pareceu faltar alguma coisa ao episódio… O que me parece ter acontecido aqui é que tinha ficado tanto no ar, havia tanta coisa a acontecer no Crossroads, que tinham de pegar em alguns aspectos e começar por aí. Fiquei um pouco desiludida por não vermos mais dos quatro Cylons, especialmente do Tigh, das suas reacções ao descobrirem o que eram. Mas felizmente a temporada ainda agora começou, e irão com certeza pegar no assunto.

    Adorei o regresso da Starbuck, a verdadeira, aquela da primeira temporada, que nem o próprio marido respeita (pobre Anders, que viu logo cairem por terra os seus sonhos)… Não acho que ela seja o último Cylon, mas por agora ainda não consigo perceber para que direcção irá o RDM levar esta história.

    O Adama está impecável como sempre. A interacção entre pai e filho é sempre muito bem explorada, e gostei de ver o pai a tentar, mais uma vez, uma aproximação (o pin entre os dois), para mais uma vez ver os seus esforços recusados. Pessoalmente, gosto mais quando há atrito entre os dois, e o novo cargo do Lee e as indirectas que anda a lançar (“She still staying in your quarters?”) prometem muito drama.

    Quanto ao Baltar… acho que o problema é este “culto” ter aparecido um pouco do nada. Já vimos que os colonos não têm problemas em idolatrar vários ídolos, mas daí a chegarem ao Baltar… qual a razão? Ainda não deram nenhuma. Felizmente estas cenas valem sempre a pena ver, nem que seja pela magnífica actuação do James Callis, que mais uma vez consegue dar um tom humorístico a uma personagem que é, em essência, um dos grandes vilões da história. E claro, toda a questão religiosa que, para mim se tornou (inexplicávelmente) num grande chamariz. E sim, eu adoro o Baltar e o James Callis. ;)

    E entretanto… já viram o segundo episódio? Eu devorei-o logo no sábado de manhã, como não podia deixar de ser. :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s