The Office – 4×10: The Chair Model

No comentário passado eu mencionei como as falhas de caráter de Michael são perdoáveis devido à inocência do personagem. Michael mente, é superficial, não se importa muito com os problemas dos outros, tem uma necessidade de aprovação alheia inigualável e constantemente age de maneira inapropriada com seus empregados. “Olá, Oscar Mayer amante de salsichas”. E é exatamente o texto sutil e o personagem bem construído e interpretado que são um dos maiores méritos da série.

Spoilers Abaixo:

Por mais que o jantar do último episódio tenha ocasionado grandes momentos humilhantes para Michael, serviu para que finalmente ele desse um basta na relação maluca que ele tinha com Jan. Agora sozinho novamente ele está pronto para um novo amor, com tanto é claro que seja um mulherão. Essa busca por um “novo amor” foi a grande prova da futilidade de Michael, mas valeu muito por ter gerado uma das situações mais constrangedoras da série. O encontro no café com a dona do apartamento de Pam foi muito engraçado e quem assistiu a versão britânica de The Office lembrou de uma situação muito parecida que teve no episódio especial de natal.

A subtrama da falta de espaço no estacionamento do prédio foi bom para vermos pelo menos dois dos melhores personagens secundários em ação (Kevin e Andy) e mostrou que Michael é totalmente alienado com problemas que não lhe incomodam. A forma como tudo foi tratado meio que lembrando alguma coisa ligada à máfia italiana, “precisamos reunir as cinco famílias”, e a alegria de Kevin por ter recuperado junto com Andy as vagas, foi impagável.

A química entre Jenna Fischer (Pam) e John Krasinski (Jim) está cada vez melhor. A forma em tom de brincadeira como os grandes passos na vida dos dois (morar e juntos e até mesmo casamento) são tratados, retrata muito bem o relacionamento do casal que já foi considerado por muitos os novos Ross e Rachel (blasfêmia). Antes de tudo eles são amigos e por mais que eu goste muito deles, fico em dúvida se esse possível casamento vai fazer bem a série.

Michael e Dwight cantando uma versão improvisada de American Pie aos pés do túmulo da modelo de cadeira (que era exatamente igual a Jan) foi uma cena memorável para concluir um bom episódio, mas inferior ao anterior.

Será que o ex de Pam vai aparecer novamente para aumentar um pouco o drama dos funcionários da Dunder Mifflin? Será que Jan realmente está fora da vida de Micheal? Quanto drama nessa comedia, né?

Anúncios

8 comentários sobre “The Office – 4×10: The Chair Model

  1. Concordo com o final do texto.O drama está aumentando neste quarto ano e a série me parece estar enveredando pelo caminho da dramédia.

  2. “casal que já foi considerado por muitos os novos Ross e Rachel (blasfêmia)” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Eu tambem achei esse episodio inferior ao ultimo, mas The Office é bom até quando é “ruim”! ^^

  3. O Kevin foi demais nesse episódio! Ele falando sobre as cinco famílias, descrevendo cada cara foi incrivel.

    Adoro Jim e Pam. Eles vêem aquelas loucuras ali com os nossos olhos. No episódio anterior, eles reagiam como nós reageriamos num ambiente tão disfuncional como aquele jantar.

    Realmente, o texto é sutil. The Office é uma comédia sem piada. O humor está no conjunto e não em momentos isolados

  4. “casal que já foi considerado por muitos os novos Ross e Rachel (blasfêmia)” hahahhaha! J&P são outro tipo de casal (muito mais legal, na minha opinião), aquela coisa dele já ter comprado o anel de noivado na primeira semana que eles ficaram juntos seria meio brega se fosse qualquer outro casal, mas sendo eles ficou fofo. ;)
    Eu adorei ver o Creed na fila de espera pela cadeira da Pam. Adoro quando ele aparece!
    A parte do estacionamento é uma coisa tão americana, que eles acham que andar 500m é muito ahahahha! Adorei as 5 famílias.
    Michael e Dwight cantando American Pie: impágavel!

  5. The Office é umas das melhores comédias atualmente. Seu formato é diferente de tudo. Adoro.
    Jim e Pam são os melhores. Principalmente Jim. Seu jeito de brincar falando sérios e falar sério brincando é encantador ^^
    Michael é o personagem mais sem noção do mundo das séries :p
    Adoro todo o conjunto e todos os personagens (ouvi dizer que um vai sair, espero que não :()

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s