Gossip Girl – 1×17: Woman on the Verge

Penúltimo episódio da série mais OMFG adolescente, com a resolução do gancho lançado no episódio anterior, fim de algumas mentiras e inicio de outras.

Spoilers abaixo:

Bom, para começar, parece que vão mesmo insistir nesse “namoro” da Vanessa com o Nate, mesmo que o único motivo seja unir dois personagens que perderam o propósito na série (bem, ela nunca teve propósito ali).

Como os produtores anunciaram antes da série voltar da greve, esses episódios finais têm como principal pano de fundo o casamento da Lily e do Bart, mas como pudemos ver na cena bonitinha do Ruffus cantando seu maior sucesso para a mãe da Serena, e do beijo entre os dois depois, a impressão que temos é que haverá noiva fugindo do altar semana que vem. Tomara.

Já a Serena só sabe fazer burrada atrás de burrada. Toda essa história do “eu matei uma pessoa” foi bem menos impactante do que eu achei que seria, além de ter sido resolvida extremamente rápido. Se a S. não sujou literalmente as mãos de sangue, como eu achei que tivesse acontecido, pra que se sujeitar às armações da Georgina/Sarah? E ainda achar que é mais leve dizer para o namorado que dormiu com três caras na noite anterior? Girl, você me cansou.

Falando no demônio, a Georgina vai totalmente ganhar o prêmio de adolescente mais possuída do ano. E foi muita tolice do Dan cair no papo dela, já que ela sempre faz aquela cara de “olha como eu sou a malvadona e engano todo mundo”. Mas vale ressaltar que, após o que a S. disse pro D., ela não tem motivo algum de ficar chateada quando descobrir que ele ficou com a G. Talvez até o bordão clássico de Friends, “We were on a break!” se encaixe direitinho aqui.

Mas felizmente Gossip Girl revelou uma de suas melhores qualidades nesse episódio, na cena em que o trio Blair/Nate/Chuck tenta convencer a Serena de contar seu segredo, contando seus próprios podres. Além de engraçada, a cena mostrou como a série está sabendo brincar com sua própria história, sem se levar muito a sério.

Ainda nos prós, foi bom ver bastante o personagem da Lily, seja achando a fita escondida ou dando uns malhos no Ruffus. Ah, e nada de Eric Van der Woodsen. Há justiça de vez em quando.

Enfim, mais um bom episódio da série, sendo o finale semana que vem. Você não está morrendo para saber o que acontece? Eu sei que estou.

Anúncios

9 comentários sobre “Gossip Girl – 1×17: Woman on the Verge

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

    O episódio por inteiro foi bom. Georgina incrível.
    Achei uma babaquisse o “I Killed someone bla bla”
    estava esperando algo bem mais complexo e sério. Mas por favor né, ela nem sujou as mãos (como o Victor falou).
    Descobri algo triste: Não senti falta da Little J. :O
    Sempre achei o personagem dela um dos melhores da série, mas nem notei

  2. Eu não gostei muito desse episódio. O anterior foi mais tenso, teve mais coisas interessantes. Realmente, o motivo pelo qual Serena deixou Manhattan (que era praticamente o gancho de todo o enredo) foi resolvido rápido demais, parece até que a série estava prevendo algo que não aconteceu: um cancelamento.

    Mas não entendi o “Ah, e nada de Eric Van der Woodsen. Há justiça de vez em quando”.

  3. Desde o começo da sério foi dito q Gossip Girl teria 22 episódios já na primeira temporada, mas chegou só até o episódio 18. Alguem sabe o por quê??

  4. Eu sei q a minha opinião é diferente da de muitos aqui, mas eu vou dá-la na mesma.

    Achei este episódio o pior da temporada. Foi absolutamente ridículo. A começar pela situação da Serena “ter morto uma pessoa”. A história foi simples demais e extremamente mal desenvolvida. Primeiro o segredo q n podia contar a ninguém foi revelado a sua melhor amiga Blair, mas também a ao Chuck q ela odeia e ao Nate com quem ela n sequer tem nenhuma relação desde q ele e Blair terminaram. Depois a “confissão” dela q tinha traído o Dan foi absurda…Quer dizer…o Chuck e o Nate podiam saber a verdade, mas o Dan não. Devia ter medo q ele a abandonasse…

    A forma como ela supostamente se desculpou aos pais do rapaz q “matou” foi…sem palavras… Jás para não falar na forma como eles aceitaram tudo. Eu acho q qualquer pai, mesmo de um filho viciado há 10 anos procuraria um responsável para a morte dele. O normal seria q eles tentassem culpabilizar a Serena.

    E a mãe dela a vasculhar nas gavetas!!?? Sem comentários…

    Tenho esperança q a série ainda seja salva. Ainda n vi o último episódio, mas vou ver já de seguida. Eu faria um final com a Serena for presa depois do casamento. Até já estou a ver a polícia a chegar ao hotel, e a perguntar pelo quarto dela… tudo preto e depois XO XO Gossip Girl, na fantástica voz de Kirsten Bell

    A crítica já vai longa, mas quero só dizer q sem Georgina Sparks esta série provavelmente já estava na minha gaveta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s